QUANDO TEVE A IDEIA DE INVENTAR A COR DA PAIXÃO, DEUS INVENTOU O VERMELHO E, COM ESSA COR, PINTOU NOSSOS CORAÇÕES... (da amiga e colorada Rosane)

sábado, 12 de setembro de 2009

INTER RECEBE UM CRUZEIRO EM CRISE



A perda da Libertadores deprimiu e deixou em crise o Cruzeiro. O time que enfrenta o Inter amanhã chegou a Porto Alegre em meio a um turbilhão. O técnico Adílson Batista, na segunda temporada no clube, virou alvo de críticas, desconfianças e parece em rota de colisão com o grupo. Ontem, para completar, deu declaração que provocará polêmica:– Não tem como você satisfazer 30 jogadores. Eu sou leal, justo e coerente com eles – desabafou na entrevista coletiva ao negar um racha no grupo.Adílson enfrenta dificuldades para remontar a equipe. Ramires, Wagner e Gérson Magrão foram vendidos. Kléber, Fábio e Fabrício, outras referências do time, ficaram. Mas também queriam sair. Durante a semana, Kléber foi obrigado a se retratar e negar que já estaria negociando a volta ao Palmeiras em 2010. Com dores no púbis, ficou em Belo Horizonte e desfalca o time.Além disso, as cobranças públicas de Adilson ao grupo geram mal-estar no vestiário. O técnico deve deixar o clube em 2010.– Os problemas internos começaram ainda na Libertadores, quando não houve acerto na premiação – assegurou Dirceu Lopes, ídolo do Cruzeiro nos anos 60 e 70 – O time sentiu o baque daquela derrota. Temo que o grupo não se recupere a tempo e, em 2010, vire um Fluminense (vice da Libertadores de 2008 e virtual rebaixado em 2009).Para o comentarista mineiro da Rede Globo, Bob Faria, o projeto do Cruzeiro não previa a derrota na final da Libertadores. Com a frustração, o grupo já demonstra desinteresse no Brasileirão. Há até temor de que a equipe ingresse na zona do rebaixamento. Hoje, está cinco pontos à frente do Santo André, o primeiro da zona da morte.– Mas o Cruzeiro será um adversário perigoso. Sem Kléber, o ataque vem funcionando melhor, sem firulas, sem prender a bola até perdê-la – avaliou Faria.O ex-meia Paulo Isidoro encerrou a carreira no Cruzeiro e mantém laços com o clube. Para ele, é um risco ao Inter enfrentar um Cruzeiro desesperado:– Ainda que esteja meio depressivo, o Cruzeiro tem grupo.Além de Kléber, Adilson não contará com os laterais Jonathan e Jancarlos nem com o atacante Wellington Paulista, lesionados. O zagueiro Thiago Heleno, com dores lombares, foi cortado ontem.Cruzeiro deve ter: Fábio; Patric, Cláudio Caçapa, Leonardo Silva, Diego Renan; Henrique, Fabrício, Marquinhos Paraná e Gilberto; Thiago Ribeiro e Soares.IngressosAté ontem, haviam sido comercializados 9,2 mil dos 15 mil ingressos para o jogo contra o Cruzeiro. A partida de amanhã será a segunda do Inter em casa às 16h neste Brasileirão. As bilheterias abrem às 9h30min.
ZERO HORA

2 comentários:

Nao tem Sentido disse...

Ana, valeu pela indicação, estou tendo problemas e nao consigo nem colocar texto no meu blog, o problema todo é o meu PC... e hj, com certeza, sera um grande passo rumo ao tetra.

Márcia disse...

Aninha que saudades eu estava de escrever no nosso blog!!!!Olha com relação ao jogo de hoje,ninguém gosta de perder,eu por exemplo estou frustradíssima com a chance desperdiçada,mas não adianta ficar detonando o time,o treinador ou o esquema porque perdemos hoje,pois na semana passada tudo era lindo,o Tite era um crânio e o nosso time era o melhor do país.É claro que a liderança hoje nos escapou como areia por entre os dedos,mas estamos na vice liderança,a vaga na libertadores dificilmente será perdida e nossa campanha está entre as melhores.Temos de ter a consciência que nem sempre conseguiremos vencer apesar de jogar com todo o apoio da nossa tocida,mas ainda vamos reagir e seguir rumo ao tetra,eu confio!!!!Beijo grande,saudações coloradas,Márcia de Cachoeirinha.