QUANDO TEVE A IDEIA DE INVENTAR A COR DA PAIXÃO, DEUS INVENTOU O VERMELHO E, COM ESSA COR, PINTOU NOSSOS CORAÇÕES... (da amiga e colorada Rosane)

sexta-feira, 15 de maio de 2009

INTER LIDERA 1º RANKING DE CATEGORIAS DE BASE

Levantar taças e revelar talentos. São praticamente esses os dois objetivos que qualquer categoria de base tenta alcançar no seu trabalho com garotos. O portal Olheiros, especialista no assunto, resolveu coletar dados das principais competições de base, nacionais e internacionais, nos últimos três anos para elaborar e divulgar, na última quarta-feira (13/05), o primeiro ranking de categorias dos clubes brasileiros. O líder disparado dessa lista é o Sport Club Internacional.
O ranking traz mais de 100 clubes relacionados.
O Inter vem revelando grandes jogadores para o futebol mundial. O caso mais recente é a jovem estrela Alexandre Pato, que deixou Porto Alegre em 2007 para defender o Milan, da Itália. Antes dele, os atacantes Rafael Sobis, campeão da Libertadores, e Luiz Adriano, campeão mundial, já tinham sido negociados para a Europa. A venda do volante Rodrigo Possebon ao Manchester United ainda quando era júnior é também um exemplo deste competente trabalho.
Que tal alguns nomes mais recentes como Walter, Nilmar, Taison e Sandro que hoje figuram no time principal? Walter e Sandro, este como capitão, foram campeões do Campeonato Sul-Americano na Venezuela nesse ano pela seleção Sub-20. O atacante foi o goleador da competição. Já Taison é o goleador desta temporada pela equipe do técnico Tite. O jogador soma 20 gols em 28 jogos oficiais disputados pelo Inter. Além das revelações, o clube ainda conquista títulos. É o caso dos juniores que venceram o Campeoanto Brasileiro Sub-20 em 2007 com uma goleada de 4 a 0 contra Grêmio na final. Ou dos juvenis que são campeões gaúchos nos últimos quatro anos seguidos. Ou ainda dos infantis que levantaram a taça da Copa do Brasil de Futebol Infantil, em Votorantim (SP), no ano de 2008.
Todos esses exemplos apenas ilustram o importante trabalho de uma categoria de base quando bem planejada. No Internacional, o pensamento é que todos os grupos de futebol do clube interajam entre si para a profissionalização dos seus atletas. “Todo início de ano, realizamos uma conversa da direção e do treinador da equipe principal com os profissionais da base para melhor trabalharmos o desenvolvimento dos jovens talentos colorados”, receita o diretor executivo das Categorias de Base, Carlos Fraga.
O diretor valorizou bastante o estudo feito pelo site Olheiros por ser a primeira pesquisa que reúne títulos e jogadores revelados pela base de um clube brasileiro. “Não foi uma surpresa para nós aqui do departamento, mas talvez para os que estão vendo de fora. Foi importante por ser a primeira referência que o Brasil tem sobre as categorias de base no país”, justificou Fraga. A divulgação desse ranking, de fato, trará curiosos pelo trabalho e pelos garotos ao Beira-Rio. Mesmo assim, o coordenador das categorias de base, Jorge Macedo, acredita que o Inter tem uma boa estrutura para segurar o assédio do exterior. “Com certeza, os jovens colorados serão assediados, mas hoje o Inter está com um planejamento estratégico muito bem estruturado. Os atletas pensam duas vezes antes de deixar o clube por qualquer proposta”, projeta.
O vice-presidente de futebol, Fernando Carvalho, defende a importância do conhecimento, por parte da direção, das características técnicas e pessoais do jogador que está se profissionalizando. Essa aproximação vem desde 2008. A adaptação dos jovens passa por questões táticas padrões de todas as categorias. Todos os times, segundo ele, jogam no mesmo esquema e com estratégias semelhantes. “A regra de padronização tática já ocorria informalmente, mas esse ano está sendo oficial, ou seja, um modelo de atuação igual para todas as categorias. A ideia é facilitar a transição dos jovens, uma vez que eles estarão prontos para atuar na função tática já trabalhada e com características semelhantes do jogador da posição”, diagnosticou Fernando Carvalho.
O técnico da equipe júnior do Internacional, Osmar Loss, acredita ainda que esse processo de profissionalização vem crescendo a cada ano. “O nível dos garotos está muito próximo dos profissionais e isso facilita sua subida para o time principal. De fato, com esse planejamento, as categorias de base do Inter ficam prontas para vencer qualquer competição que disputarem”, considera Loss.
Ranking Olheiros
Neste ranking do site
www.olheiros.net estão listadas todas as equipes que conquistaram títulos na base nos últimos três anos (2007, 2008 e 2009), ou ainda que chegaram longe nas principais competições. Como toda lista que confere pontuação ao desempenho de clubes ou seleções ao longo do tempo em um determinado número de torneios, o Ranking Olheiros foi elaborado adotando-se alguns critérios básicos para sua formulação. O método utilizado foi amplamente discutido pelos membros e acredita-se ser a tradução mais próxima do real, em pontos, do verdadeiro patamar das categorias de base dos clubes brasileiros. Site do Inter




Um comentário:

janaina disse...

o inter bem que podia ter categoria de base FEMININA, as mulheres e meninas tem tanta capacidade quantos os meninos de dar algum titulo pro inter, eu coooncerteza participaria.